Postado por : Tsuki L.E. Jul 16, 2016



 E, mais uma vez, a primeira coisa que me puxou foi o traço. Vi um desenho aqui e outro acolá nas minhas idas ao tumblr, então, quando achei a webcomic, pensei por quê não? (aliás, o design do site também é genial e muito atrativo, por dar a impressão que você manuseia um livro)



 Com um ritmo rápido – um quadro por cada página –, a história me conquistou sem que eu me desse conta. Despejando muitos acontecimentos com poucas informações, logo estava presa no suspense de entender o que estava acontecendo. E, conforme o enredo se desenrola – ou talvez se enrole ainda mais seria uma definição melhor –, os personagens vão te conquistando (bem, a maioria ao menos, porque tem uma que nem a mãe pra amar).



 Ava’s Demon acompanha Ava Ire, uma garota de 16 anos que desde pequena é atormentada por um espírito que apenas ela vê – o que a faz ser tachada de maluca quando acaba reclamando em voz alta com essa insuportável companhia. Para piorar, esse espírito pode possuí-la, mesmo que por poucos segundos, a fazendo destruir qualquer possibilidade de socialização. E Ava estava mais uma vez sofrendo as consequências disso quando o planeta onde estava foi atacado. Por engano – ou talvez por destino –, ela consegue escapar na nave de um estranho, e de repente sua vida passa a girar em torno de uma missão (quase) impossível.





 Aliás, podemos falar sobre a Ava? Podemos falar sobre essa pobre bbza, cuja vida foi destruída em cada pequeno detalhe que poderia ser, mas que ainda continua de pé e tentando prosseguir? Eu realmente me afeiçoei a um bom número dos personagens já apresentados, mas Ava é com quem mais me preocupo. Ela tem muitos problemas, inclusive um psicológico frágil devido a todos os inconvenientes que esse espírito causou, mas possui um coração nobre e gentil. Ela consegue se preocupar com alguém que nem se importa com ela, acreditam?


 Enfim, não há muito mais que eu possa falar sem começar a entregar spoilers, mas espero de coração que vocês deem uma chance a essa história (link aqui). Mas, ah, estejam avisados: não recomendo para cardíacos. Todo final de postagem (todo mesmo, sempre, 100%) é um suspense pior que o outro. Essa autora levou o conceito de cliffhanger* a um novo nível.
 (apesar do que possa parecer, ela é um amorzinho <3 inclusive, ela está acompanhando as novidades da nova geração de Pokémon como a gente, e já se manifestou sendo #TeamPopplio)



*cliffhanger – literalmente, “se segurando na beira do precipício”. Quando um capítulo termina em uma cena tensa, cativando a audiência a se manter na espera do próximo.

Deixe um comentário

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2013 Aventuras em Hoenn - Sigert - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -